Westerley Dornellas

Num mundo com sede de reinvenção, Westerley se destaca como um mestre na arte de criar personagens audaciosos. Todos com a marca da sua ousadia. É um mago, um dos caracterizadores de maior prestígio. Quem mais teria a ousadia de transformar a bela Anitta num homem careca, o galã Rodrigo Hilbert num personagem peculiarmente feio ou envelhecer o astro Rodrigo Santoro com 75 anos?

Há 36 anos, esse ícone da maquiagem e dos efeitos especiais põe sua competência a serviço de  filmes publicitários, óperas, cinema e peças de teatro. Sua habilidade em concretizar sonhos e delírios publicitários, diretores, artistas e criadores inventivos tem lhe rendido inúmeros prêmios. Supervisionou equipes de maquiagem de novelas consagradas (Renascer e Rei do Gado – Globo e Éramos Seis – SBT) e espetáculos teatrais, como a montagem de “Rei Lear”, com os geniais atores Paulo Autran e Raul Cortez, ópera “A Queda da Casa Usher ” de Philip Glass. Estudou a arte de envelhecer com a maquiadora internacional Vee Neil, vencedora de três Oscars de Maquiagem. Em 2008 aprendeu técnicas de maquiagem para HD em São Francisco. Recentemente realizou os efeitos de maquiagem do filme “Twisted Blues”, em Dubai, nos Emirados Árabes, no formato 8K.

Abriu o ano de 2019 com a ópera Barbeiro de Sevilha no teatro Municipal de São Paulo com excelentes críticas na mídia. Recentemente realizou ousadas caracterizações envolvendo próteses, lentes contato e muitos postiços para a campanha SKY 2021 como Lobisomen, Hellraiser, Minotauro e Nosferatu.

Prêmios

Ganhou 9 vezes o Prêmio Avon Collor de Maquiagem. Sua caracterização de monstros também mereceu um GrandPrix na publicidade. Seus efeitos especiais foram decisivos para o curta metragem “O Ramo ” sair vencedor no Festival de Cannes 2007 onde Westerley fez brotar folhas na pele da protagonista.

Conceitos

O trabalho de Westerley tem um forte tom conceitual e uma identidade única. Seus personagens, sejam monstros ou bonecas surreais, nos transportam para universos lúdicos e fantásticos, nos fazem sonhar. A cada novo desafio, uma reinvenção; para cada loucura proposta, uma inovação. O artista dos efeitos especiais tem o poder de nos conduzir ao caos, à paixão, à magia do inusitado, ao deboche escancarado. Westerley esculpe, com suas técnicas sofisticadas, criaturas que revelam sua própria inquietude, que são a expressão estética de suas verdades.

— Jornalista e curadora: Denise Ribeiro 

Translate »